Os 4 meses de Blog…

Como todos já sabem este é um projeto criado pelo professor de Novas Tecnologias Eric Messa, onde nós (eu e as pessoas da minha sala) tinhamos que postar a cada semana uma reportagem que abrange-se o tema que escolhi para meu Blog e outro que poderia ser uma reportagem de jornal, ou algum texto solicitado pelo professor e assim fazer uma análise crítica ou apenas comenta-lo.

O contato com o mundo dos Blog até entao era distante para mim, lógico que ja sabia o que era e já tinha visitado alguns, mas com o incentivo do professor Eric concerteza as coisas ficaram mais facéis; com o passar do tempo pude notar o quão é interessante ter um Blog, pois atraves dele notei a sua repercursao na internet e pude conversar com pessoas de outros blogs e trocar informações.

O Blog concerteza foi uma experiência muito boa, pois a partir desse projeto pude ampliar meus conhecimentos tanto em relação as notícias dos Blogs dos meus colegas quanto a de outros Blogs em que eu visitei, e noticias e textos que li.

O projeto e o semestre acabaram mas eu pretento sempre que puder postar algo que eu ache interessante.

 

 

 

 

Anúncios

Novo visual do Facebook

 

 

 

 

 

 

 

 O Facebook, que vem registrando crescimento explosivo em comparação com outros sites de redes sociais desde que passou por uma crise com seu quadro de usuários, há seis meses, revelou na quarta-feira novos recursos que marcam sua transformação de site de encontros para universitários em ferramenta mais abrangente de formação de redes sociais.

 

Esses novos recursos cujo objetivo é simplificar a maneira pela qual os usuários navegam pelos perfis individuais de membros para acompanhar os acontecimentos nas vidas de amigos e colegas. O site oferecerá páginas definidas como portais, que permitirão que os usuários vejam um apanhado geral dos grupos aos quais pertencem e de grupos aos quais poderiam aderir. O novo design da rede social deve estar no ar no mês de junho. A idéia do Facebook é tornar a rede visualmente mais limpa e fácil de navegar, atraindo também usuários que não são grandes fãs de redes sociais ou as consideram invasivas demais. O projeto irá introduzir novas ferramentas de privacidade permitindo aos usuários controlar melhor o que informações deseja ou não exibir.

Computer Arts : As grandes agências estão por fora?

 

Na revista Computer Arts de maio de 2008 edição 09 saiu uma reportagem, de um debate na verdade uma mesa redonda em que o tema era se: As grandes agências estão por fora. Nessa mesa estavam presentes o Stuart Avery gerente da E3media, agência de marketing com sede em Bristol no Reino Unido; o Jason Navon Chefe de interatividade da McCann-i do Reino Unido; Nick Livingstone Diretor técnico da McCann-i especializado em e-mails criativos e campanhas da web; o Adam wyatt Sócio da Twoseven zero Design um pequeno estúdio especializado em brading e web design; o Gavin Strange Designer freelancer responsável pela JamFctory e Tom Dennis Editor da Computer Arts inglesa e mediador da Mesa redonda; concerteza uma entrevista bem interessante.

Líderes da indústria de design concluíram que grandes agências estão por fora e que o lucro está longe de servir inspiração para projetos. Nessa mesa redonda os artistas que vão desde artistas digitais até freelancers irão discutir se os melhors trabalhos são feitos sempre por estúdio pequenos.

Jason Navon começa dizendo uma frase em que somos capazes de realizar grandes trabalhos, mas, o que importa é a marca do cliente. As opiniões se divergem um pouco só uma da outras; em primeira estância Tom Dennis pergunta se uma grande agência. Na opinião de Adam Wyatt da Twosevenzero diz que em agências miores qualquer mudnça precisa passar pelos setores de marketing e financeiro, o que muitas vezes provoca a estagnação do processo; já Stuart Avery da E3media diz que times fragmentados, sem um líder, esquecem de algo crucial para o cliente – o que, de nove entre dez casos, é o prazo. Para Adam Wyatt é preciso satisfazer as expectativas do cliente antes de tudo.

No caso de alguém pedir por um estilo específico de trabalho eles preferem contratar os freelancers. Acredito que seja de grande porte ou pequeno porte as agências estão cada vez mais preparadas para atender seus clientes

O caos de São Paulo organizado nos blogs

Através da leitura do artigo “O caos de São Paulo organizado nos blogs” do Jornal O Estado de São Paulo, que fala sobre o universo dos Blogs e sua função de orientar e melhorar a vida do paulistano e das pessoas que vão em busca de informação das mais diversificadas possíveis. Blogs esses que tratam de assuntos a respeito da cidade, e de seus bairros a onde eles dão dicas de lugares badalados e culturais das cidades ou somente comenta o cotidiano da cidade e seus acontecimentos; como fazem reclamações aos seus síndicos ( através de um blog de condomínio, ou destinado a prefeitura e demais entidades ).

Como vocês podem ver o Blog é uma ferramenta muito interessante que pode trazer muitas melhorias para uma cidade, bairro e ampliar os conhecimentos das pessoas; ferramenta essa que vem ajudando em diversos aspectos e trazendo assim respostas mais eficazes e incentivado cada vez mais as pessoas lutarem pelos seus direitos.

Maiores informações no site:

http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20080518/not_imp174517,0.php 

 

O que é: TwitterMap e TwitterVision?

TwitterMap (http://twittervision.com/maps) é um programa localizador que não deixa de ser um mapa onde  você escreve sua posição e assim é localizado no espaço; mostrando assim o pais, cidade, bairro e até a rua da pessoa que esta sendo pesquisada. Essa demonstração  é por meio de mapa ou também por satélites,onde são vistas fotos do local. Através da pesquisa efetuada e de sua localização é mostrado o ultimo comentário feito no Twitter pela pessoa.

TwitterVision (http://twittervision.com) possui visualizações geográficas. É uma demonstração gráfica que mostra o mundo em tempo real e atualizada sempre com os lugares e as frases que os usuários do twitter escreveram; possui visualização em 3D e as mensagens mostradas são as que eles recentemente postaram no Twitter.

Esses recursos proporcionam a interatividade aos usuários de maneira prática, mantendo um contato cada vez maior com o mundo hipermidiático possibilitando a comunicação com culturas e pessoas diferentes e um grande domínio do mundo digital.

WEB 2.0

Thiane Loureiro autora do texto “PR 2.0 e a polêmica de Chris Anderson” descreve sobre a importância das empresas se adaptarem ao novo mundo digital e aos meios de se fazer publicidade; assim como a importância das relações públicas usada de forma errada pelas empresas.  Devido o crescimento do mundo digital, a publicidade está perdendo espaço para uma nova linguagem o: boca a boca, que é um método rápido e eficaz. Mudanças que surtiriam efeito seria o entendimento de corporações ao novo mercado, e que se exige um relacionamento com os clientes para um melhor conhecimento e aprofundamento de negócios. As relações publicas devem ser trabalhadas melhor, pois são responsáveis pela sua credibilidade, tem que saber informar e lidar com o cliente.

Para a capacidade de formação de uma Web 2.0 é necessário somente estabelecer um relacionamento transparente entre empresa e cliente, permitindo assim um compartilhamento tanto de idéias quando de conteúdo com os consumidores. E a evolução e adaptação devem ocorrer de fato, pois o mundo cresce aceleradamente e a qualidade de serviço devem ser exigidas assim como a relação de parceria entre as empresas e os clientes.

Modernidade considerada como a era da exposição

A partir da leitura do texto: “Vivemos em plena era da exposição”, nota-se que a modernidade pode ser considerada como a era da exposição. Produtos sendo vendidos não pelo conteúdo e qualidade e sim pelo seu design que na maioria das vezes são provocativos e interessantes, valorizando assim a especificidade estética. Não podemos deixar de considerar também este processo nos meios de comunicação, seja em um programa de televisão ou anuncio impresso; nesse processo a preocupação estética é definida pela aparência dos atores, composição e iluminação do cenário, as edições das cenas e etc.

         Através dos modelos oferecidos pelos meios digitais podemos ter e vivenciar uma evolução desse pensamento dito até então, pois através da internet “home page pessoal” o receptor viu uma maneira de não só receber as informações passivamente como tomar o lugar de ativo emissor. Com o passar do tempo foram surgindo blogs (modelo que prioriza a atualização permanente do conteúdo); consequentemente surgem portais de relacionamentos (redes sociais) como o Orkut, Myscape, Facebook, Lat.fm, Pownce, Twitter dentre outras infinitas versões que prioriza o mesmo objetivo de se relacionar, montar seu perfil e fornecer informações pessoais; chegando assim no auge da exposição virtual.

         Antes as condições dos meios de comunicação não favoreciam uma forma para o receptor expressar suas opiniões; mas hoje é possível. As coisas que antes eram privadas em um pequeno grupo de amigos hoje é uma clara auto-exposição em que é notória a mudança do limite entre público e o privado. A publicidade também trilha seu caminho criando ações inovadoras que interagem o consumidor mesmo se apegando a modelos tradicionais. Como foi o caso da promoção criada para o Doritos nos Estados Unidos, em que o consumidor foi convidado a produzir um comercial para o produto; e o melhor eleito por votação no YouTube, foi veiculado na televisão, durante o intervalo do Super Bowl de 2007.

 

Vem aí o diploma do GOOGLE…

 

Emplacar estratégias de marketing bem-sucedidas na internet é um desafio para empresas de qualquer tamanho. Por isso, estão em alta as profissionais que dominam as técnicas de publicidade na web – links patrocinados e marketing em sites de busca. Como a demanda é grande, o Google acaba de lançar um curso para profissionais de qualquer área, interessados em conhecer melhor as suas ferramentas de publicidade. O Brasil, a Argentina e o México são os primeiros paises do mundo a ter uma turma do chamado Adwords Fundamentals. O treinamento tem três dias custa cerca de 500 dólares e dá direito a um diploma. As aulas serão dadas por uma empresa de treinamento. O conteúdo começa com básico e vai até criação de campanhas que usam o Orkut e o YouTube”, diz João Bortone, diretor de marketing para parcerias do Google.

Referência: Revista você s/a ; maio de 2008- edição 119.

           Com um mercado cada vez mais competitivo as pessoas buscam se aprimorar em cursos, para poder se destacar e se diferenciar diante outros candidatos. E concerteza é uma boa sugestão para aprimorar conhecimentos e ser selecionado dentre outros candidatos.

 

 

 

HSBC e a onda tecnologica

 

O HSBC resolveu entrar de vez na onda da tecnologia e tirar proveito dela para estreitar a comunicação interna e externa. Depois de lançar o blog do presidente, agora é vez da internet do banco passar por uma mudança. Desde dezembro passado está no ar o novo portal interno, reformulado para otimizar as informações referentes à empresa. “Com o portal, queremos reduzir custos e melhorar a satisfação e a produtividade dos funcionários. Isso resultará em aumento da receita e em um atendimento ágil”,diz Juliana Marques, gerente de comunicação do HSBC e responsável pelo portal. O projeto foi dividido em quatro fases e terminará no segundo semestre deste ano. Além de ferramentas colaborativas, como comunidades de discussão, a nova intranet poderá ser acessada de qualquer lugar, dará acesso a deficientes visuais e está sendo preparada para ser personalizada. Cada um vai receber os conteúdos relativos à sua função.

 

Referência: Revista você s/a ; maio de 2008- edição 119.

Diário do Presidente

Michel Levy, O presidente da Microsoft Brasil diz: espaço para conheçer as idéias dos funcionários.

Poucos CEOs usam blogs para falar com funcionários. Mas é cedo para dizer que essa tecnologia não vai pegar

Há quatro meses, Michel Levy, presidente da Microsoft Brasil, lançou um blog voltado para os 500 funcionários da empresa no país. Toda semana ele dá sua visão sobre os negócios, qualidade
de vida ou ações de cidadania da empresa. “O blog permite que cada funcionário exponha seu ponto de vista”, afirma Michel, o quarto CEO de uma empresa que atua no Brasil a lançar um blog interno.

       Para ser uma ferramenta eficiente, dizem as especialistas, o blog precisa conservar suas características originais de liberdade e naturalidade. “Ele deve ser escrito e mantido pelo próprio CEO e deve haver abertura para que os funcionários possam fazer críticas sem receios”, diz Carolina Frazon Terra, especialista em gestão da comunicação, que lançou no mês passado o livro Blogs Corporativos – Modismo ou Tendência?. O importante, do ponto de vista das empresas, é estabelecer um código de conduta, para que não ocorram abusos.

Referência da notícia: Revista você s/a ; abril de 2008- edição 118.